Como escolher o berço do bebê?

Publicado por

03-berco-retro-pes-palito-rosa-03-600x600

Hoje vamos conversar sobre mais um item do enxoval que está no 1º lugar do ranking de dúvidas. Estou falando do berço.

Basta passar diante de uma loja de artigos de bebês para que as mamães se encham de perguntas sobre como escolher o berço ideal. Realmente, o mercado tem disponibilizado tantas opções que até nós, especialistas, ficamos confusas.

Para clarear as ideias e tranquilizar as mamães que estão diante dessa decisão, resolvi compartilha aqui no blog algumas questões fundamentais sobre o que se deve observar na hora de escolher esse item tão importante.

Dimensões

Esse é um quesito que deve ser visto com atenção, tendo em vista que é a partir dele que se verifica se os móveis irão realmente caber no cômodo e se define o lay out do quarto. Dois pontos muito importantes, afinal o quarto do bebê precisa ser funcional.

Existem basicamente dois padrões: o americano, que mede 130 x 70 cm, e o brasileiro, com 130 x 60 cm. Ressalta-se que tais dimensões compreendem as medidas internas do berço, servindo de orientação para a escolha do colchão. O que significa que o tamanho do berço em si apresenta medidas um pouco maiores.

Selo de qualidade (INMETRO)

Aqui no Brasil, as normas de segurança foram estabelecidas pelo INMETRO por meio da Portaria 268 de 2011, que tomou como base técnica as normas da ABNT NBR 15860-1 e 15860-2.

Além de outras obrigatoriedades, o INMETRO estabeleceu a necessidade de aposição de selo de identificação da conformidade do berço. O selo deve estar exposto no berço e na embalagem do produto certificado, mas não poderá ser aposto em acessórios ou partes removíveis.

Um resumo das principais determinações do INMETRO também podem ser obtidas por meio de um release do próprio órgão, divulgado na imprensa, onde são relatados os principais cuidados que os pais devem ter ao escolher um berço.

Segurança

Os itens de segurança deve ser rigorosamente observados. Não adianta um berço ser lindo e confortável se não resguardar seu bebê contra acidentes.

A lista abaixo irá ajudar as famílias a escolher o berço com base nesse critério.

  • Preferir os modelos com bordas e arestas arredondadas – quinas e partes pontiagudas podem provocar cortes e traumas;
  • Os modelos com rodinhas em todos os pés devem conter travas em, pelo menos, duas delas;
  • A grade lateral deve apresentar um altura de, no mínimo, 60 cm em relação ao nível mais baixo do estrado e se for móvel, conter travas de segurança;
  • O espaçamento entre o estrado e as laterais do berço não deve ultrapassar 2,5 cm;
  • Os espaços nas grades laterais devem estar entre 4,5 e 6,5 cm;
  • Os parafusos devem ser fixados com buchas e porcas, nunca diretamente na madeira;
  • O berço deve apresentar uma estrutura rígida, após completamente montado;
  • A estrutura deve ter sido pintada com tinta atóxica, principalmente, sem a presença de chumbo.

Comprar pronto ou mandar fazer

Muitas vezes, o móvel planejado se ajusta melhor ao pequeno espaço disponível e às necessidades da família. No entanto, é preciso ter em mente que mesmo os berços fabricados por marceneiros deverão seguir as normas técnicas de segurança. Portanto, se você optar por esta escolha, imprima todas as especificações do INMETRO E ABNT e entregue à pessoa que fará o serviço, mas, o mais importante, verifique se elas foram respeitadas. Isso significa que o processo de aquisição do berço poderá ser um pouco mais trabalhoso.

Por outro lado, o mercado dispõe de alguns modelos que são mais difíceis de serem reproduzidos, como os em estilo provençal, talhados em madeira maciça, com detalhes rebuscados. Hoje em dia, é uma raridade encontrar um profissional que trabalhe com esse nível de detalhes, mais restrito ao trabalho de artesãos, o que por consequência, pode até inviabilizar a aquisição, em razão do alto custo.

Funcionalidade

Alguns dos modelos disponíveis no mercado apresentam outras funcionalidades além da tradicional. Elas podem representar utilidade, economia e ganho de espaço.

Um modelo que tem sido muito adotado pelas famílias é o berço com cômoda acoplada. São dois móveis num só, o que permite o melhor aproveitamento de pequenos espaços, além de uma economia financeira.

Você também via encontrar berços que se transformam em mini camas, permitindo o melhor aproveitamento do móvel, já que eles acompanham o desenvolvimento da criança.

Alguns modelos vêm com sistema anti-refluxo, uma pequena inclinação no estrado que minimiza a ocorrência do refluxo – condição observada com mais frequência nos recém-nascidos. De toda forma, o sistema não é imprescindível. Caso o bebê seja diagnosticado com refluxo, os pais poderão adotar outras medidas, como a elevação dos pés do móvel em 30º (no lado onde fica a cabeça do bebê), adotar um travesseiro anti-refluxo, ou ainda um colchão com esse mesmo sistema.

Estilos

Superadas as dúvidas quanto à segurança e funcionalidade do berço, você ainda terá que escolher o estilo que pretende impor ao quartinho do bebê. Pensando nisso, selecionei os mais utilizados na decoração desse ambiente e elaborei um resumo descritivo sobre as características de cada um. Assim, as mamães podem compreender melhor a essência dos diversos estilos e definir o que mais lhe agrada.

Moderno

O design de móveis modernos chegou ao quartinho dos bebês trazendo novidades que nos remetem a formas e materiais inovadores nunca antes utilizados em berços. Para aqueles que adoram uma novidade e, acima de tudo, um estilo próprio e super moderno as inovações do mercado não desapontam.

Provençal

A origem do estilo provençal remete ao Sul da França na região da Provença. Trata-se de uma região composta por pequenos vilarejos entre as montanhas e o mar, conhecida por seus campos de lavanda e girassóis mas, principalmente, por preservar as características da vida campestre de um passado longínquo.

A decoração provençal é uma mistura do sofisticado com o rústico do campo, por isso estão presente móveis em madeira envelhecida com detalhes mais rebuscados de entalhes em madeira.

As corres predominantes são em tons pastéis, neutros, pálidos e suaves (O branco é uma adequação do mercado. Não era tão usado no estilo original).

O estilo costuma incorporar muitos itens femininos, mas também pode ser usado em quartos de meninos de forma democrática.

Rústico

Esse estilo está tradicionalmente associado ao campo, às antigas casas rurais, aos ambientes com decoração grosseira, caracterizados pela aparência simples, sem muitos detalhes. A madeira é seu elemento principal, com acabamento natural, grosseiro e sem verniz.

O estilo rústico adota uma paleta de cores naturais em tons de marrom e bege. É um estilo despretensioso, informal e aconchegante.

 

Vintage/retrô

O estilo vintage utiliza referências e objetos de outros tempos, para criar um novo ambiente, inspirado, mas não igual, aos que havia nessas épocas. Esse estilo foi  primeiramente utilizado nas décadas de 30 e 40, inspirando-se em épocas ainda anteriores. Hoje, o estilo baseia-se, sobretudo, nas décadas de 40, 50 e 60. Também pode se considerar como vintage (novo vintage ou retrô) a utilização de elementos decorativos das décadas de 70, 80 e 90. Ressaltando-se apenas que a denominação verdadeiro vintage se enquadra nas décadas anteriores.

O vintage promove a reciclagem, na medida em que produtos considerados ultrapassados (fora de moda) voltam a ser atuais ou em voga.

O quartinho dos bebês não passou despercebido a essa tendência. Atualmente, muitos elementos de décadas anteriores podem compor a decoração conferindo harmonia e originalidade ao ambiente.

Uma característica marcante desse estilo é a fabricação de berços em ferro fundido e a adoção de pés palitos nos de madeira.

Então, mamães, será que todas essas informações conseguiram sanar as dúvidas tão comuns entre as gestantes na hora de escolher o berço. Espero que sim, mas se ainda restou alguma, deixem um recado aqui nos comentários.

Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s